Nastya Nudnik adiciona emoção em pinturas com símbolos das mídias sociais

Nudnik Nastya, artista baseado em kiev, insere símbolos da era da internet em pinturas da arte clássica. De emoticons populares em obras facilmente reconhecíveis (“emoji-nação”) surge uma série de imagens familiares que foram apropriadas de artistas de renome como Edward Hopper ou mesmo Michelangelo.

As obras são trazidas para o século 21 com a adição de ícones que lembram iMessage, alertas pop-up a partir da interface do Windows e emblemas do instagram encontrados nos aplicativos. Cada imagem é acrescida de forma inteligente e bem humorada representando o sentimento da cena, trazendo vida e momentos humanos dos tempos modernos para a configuração estática.

nastya-nudnik-adds-social-media-icons-to-famous-paintings-designboom-06

Confira mais imagens logo abaixo … Continue lendo

A fotografia Onírica de Madame PeriPetie

Sylwana Zymbura, também conhecida como Madame PeriPetie, é uma fotógrafa e diretora de criação de origem polaca que vive na Alemanha. Ela é a criadora da “Dream Sequence”, um livro surpreendente composto por imagens estranhamente incríveis. Este projeto fotográfico, que oscila em torno de retratos, destaca formas de sonho na representação da composição corporal e cor em sincronia, resultando na criação de figuras ficcionais.

20131217033117-2012_DREAM_SEQUENCE_BLOOD_7550 Continue lendo

Skateboard Art direto do Japão : Haroshi

Haroshi nasceu em 1978 no Japão e é um artista autodidata, skatista apaixonado desde a adolescência e que possui profundo conhecimento da anatomia de um skate e todas as suas partes, incluindo o convés, caminhões e rodas, materiais que ele usa em suas esculturas.

SkateboardSculptures18

Com nenhum treinamento formal da arte, mas muita perseverança e determinação, Haroshi utilizou-se da cultura do skate para a criação de obras de arte, que vão desde recriações de um par de tênis Nike até animais e instrumentos musicais a partir de boards usados por vários profissionais diferentes. No seu site pessoal, está escrito que “as suas obras de arte são iguais aos seus skates, que eles são a sua própria vida. Uma ferramenta de comunicação consigo mesmo e com o mundo”.

Dá só uma olhada na galeria de imagens que a gente montou com o trabalho do artista: Continue lendo

A ‘Arte Reciclada’ de Jane Perkins

Jane Perkins é uma artista britânica que se inspira em todos os objetos que encontra. Ela recicla quase qualquer objeto, desde brinquedos, conchas, botões e até mesmo jóias, como material para sua arte mais do que contemporânea.

j15

Perkins diz que não adiciona qualquer cor em suas obras e que elas surgem espontaneamente, colocando peças de diferentes tamanhos e espaços corretamente. Dá só uma olhada na galeria de imagens que montamos para vocês: Continue lendo

Arte em Cartografia

Embora completamente inútil para um viajante, as pinturas em mapa de Fernando Vicente oferecem um alívio visual espetacular. Baseado em Madrid, Vicente utiliza delicados mapas vintage como telas em seu “Atlas Série.” O artista ilustra rostos humanos, animais e crânios nos mapas, usando os limites geográficos de cada um para moldar os contornos e formas.

fernandovicenteatlas8

Através de gestos exuberantes, ele perfeitamente orienta o contorno da Espanha ou o tronco de um elefante sobre a ponta da América do Sul. Confira galeria em detalhes: Continue lendo

#art-with-joy … O recorte em jornais de Myriam Dion

É seguro dizer que Myriam Dion é uma artista talentosa e ‘muito paciente‘. Usando um bisturi, a artista canadense corta cuidadosamente pequenos pedaços das páginas dos jornais, criando um trabalho de harmonia e singularidade.

Cut-Lace-Newspapers13-640x480

Impressionantemente complexos no espaço negativo, estes cortes se tornam padrões e transformam-se em imagens delicadas. Dion transforma ainda mais o mundano em algo especial e o material descartável torna-se algo em silêncio mágico. Confira um pouco mais sobre seu trabalho: Continue lendo

Duas pinturas em uma : pintor Ucraniano domina a arte de ilusão de ótica

As pinturas a óleo por Oleg Shuplyak estão em um nível totalmente diferente de tudo o que já vimos. Elas fazem, por exemplo, rostos famosos emergirem da paisagem de fundos aparentemente normais. Em alguns casos, os rostos são o que o olho reconhece primeiro e recuando, os pequenos detalhes que compõem o rosto pode ser apreciado. Em outras vezes, o olhar é atraído para a paisagem e encontrar o rosto é mais um desafio.

1-Oleg-Shuplyak-

Shuplyak, que nasceu na Ucrânia em 23 de setembro 1967, estudou arquitetura no Instituto Politécnico de Lviv, embora a pintura sempre tenha sido sua paixã, foi sua formação em arquitetura que o ajudou a criar as ilusões cativantes que separamos na galeria abaixo. Aproveite e desafie-se para ver quantas caras você pode reconhecer!